quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Escolas, Estudos



Acho engraçado que quando você quer e/ou tem que estudar (você nunca quer estudar, mas você tem aquele sentimento de culpa que te obriga a querer estudar!) sempre aparecem 2000 motivos, desculpas pra você não fazer o que o seu “anjinho” manda... Sempre tem TV – mesmo que você deteste tudo o que nela passa –, computador – mesmo que a única coisa que você tenha pra fazer nele é olhar para tela, ouvir música, ou, quando a internet não está prestando você começa a escrever coisas pra depois postar no blog ou em qualquer lugar que seja (o que estou fazendo agora), mesmo que não esteja com vontade nenhuma, com inspiração nenhuma, escrever só porque não quer estudar, escrever só para falar do que deveria estar fazendo e mesmo assim não estar fazendo morrendo de culpa por dentro, a cabeça até dói de tanta culpa!
E então vem as perguntas sem sentido e sem resposta alguma: “por que a gente não nasce sabendo?”, “por que na hora da prova a gente não pode dar uma ‘consultadinha’”, “por que existe prova? Só para nos deixar nervosos com uma simples tarefa?!”, “por que temos que aprender tudo isso?”, “por que temos que fazer e obrigatoriamente PASSAR no vestibular”, “por que dizem que essa escolha é nossa?”.
Essa escolha não é nossa! u.u A gente só faz vestibular pra provar a toda sociedade que a gente sabe assuntos, que a gente é inteligente! TODO mundo é inteligente! Só que alguns não sabem usar a sua inteligência devidamente! E ninguém precisa provar nada pra ninguém! “tenho andado distraído, impaciente e indeciso e ainda estou confuso só que agora é diferente... estou tão tranquilo e tão contente! Quantas chances desperdicei quando o que eu mais queria: era provar pra todo mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém, me fiz em mil pedaços pra você juntar e queria sempre achar explicação pro que eu sentia como anjo caído fiz questão de esquecer que mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira [...] (8)” Acho que deu pra entender o que eu quis dizer com a letra da música ;)
Enfim... A quem eu estou querendo enganar?! Meu ser se corrói em culpa por estar aqui, mas o “meu próprio bem” é angustiante! É CHATO! Se estudar não fosse tão obrigatório, se isso fosse PROÍBIDO eu aposto que o mundo estaria cheio de gente fazendo e querendo fazer! E talvez seria até mais divertido! Não tão angustiante, e eu não precisaria ta aqui me corroendo em culpa :s
Já que é preciso estudar, por que não inovam os métodos de ensino a cada ano, a cada mês, por que a aula tem que ser sempre aquela coisa chata que dá sono em qualquer um?! Já disseram até: “A escola é um mar, onde os professores navegam e os alunos boiam” HELLOOOOOOO, alguém pode me escutar um segundo sequer? Alguém pode perceber que cada vez mais os alunos estão boiando, flutuando, mas um dia vão acabar se afogando justamente por causa daqueles que navegam! Os professores de filosofia não instigam mais os seus alunos a discutirem entre si, os professores só jogam o assunto, explicam e creem que a gente tem a obrigação de aprender, decorar, levar para o resto da vida o assunto que ele explicou! NÃO! Os professores tem que instigar os seus alunos a pensarem, filosofia não deveria discutir sobre conceitos de ética ou moral... SÃO SÓ CONCEITOS! As escolas não estão preparando cidadãos, muito menos pessoas para a vida em si! Somente profissionais! Me diz uma coisa: Pra que diabos eu vou precisar de álgebra (o máximo que precisamos saber é: somar, subtrair, dividir e multiplicar), geometria, português (okay, essa eu concordo que a gente precisa... E MUITO!) geografia, FÍSICA, química, artes, história (okay, não vou falar de história porque eu gosto, e a gente precisa saber o que o mundo já passou ‘-‘), de biologia nós só precisamos do básico!
O que as escolas precisam mesmo para formar verdadeiros cidadãos é sociologia, filosofia e política. Sociologia para podermos saber sobre a sociedade, para estudar a sociedade em si, para saber como fazer parte da sociedade, filosofia – sem conceitos – para nos fazer pensar nas questões polêmicas ao redor do mundo, nos problemas da sociedade, e política – não só para aqueles que já tem idade para votar, para todos, para que o país possa ser um pouco melhor – para sabermos como se divide a política, para a sociedade realmente participar das decisões daqueles em quem votamos para nos “representar”.
Na Grécia, onde nasceu a democracia, os cidadãos realmente participavam da sociedade, eles realmente decidiam o que era melhor para a sociedade (claro, as mulheres não participavam, tendo em vista que era uma sociedade antiga e patriarcal). Mas seria bom que fosse assim novamente... Mas ninguém quer que a gente pense, porque se a gente realmente pensar nós íamos começar a nos revoltar, estamos vivendo em uma “ditadura disfarçada” e os comandantes da real ditadura pensaram: “Eles querem filosofia, eles querem se libertar, então vamos dar a eles uma falsa filosofia, uma falsa liberdade e essa será nossa forma de lhes controlar sem derramar sangue nenhum”. Por que o horário eleitoral é tão chato? Eu não sei... Mas eu tenho a leve impressão que é porque é obrigatório, okay, não é por isso (eu querendo colocar a culpa de tudo na obrigatoriedade), mas é por que mais uma vez nós estamos boiando! Não fazemos a mínima ideia do que eles falam lá! E já estamos tão acostumados a não saber que quando começa fala daquele que anuncia que vai começar o horário obrigatório político eleitoral a gente já desliga e vai caçar outra coisa o que fazer!
SIM! Me revoltei! Mas a revolta de uma só pessoa não é nada...
Então... A minha culpa por não estar estudando se transformou em revolta! E falar sobre a minha revolta me revolta um pouco menos! É isso... Não vou mais fazer o que angustia tanto hoje... Vou relaxar... =D

3 comentários:

  1. Ow Anandaaaaa... Vc tem probleminha!!!! kkkkkkk
    E vai estudar pra se revoltar com razão! xD

    ResponderExcluir
  2. Ahh e detalhee... minha fia tem que se decidir o que vai falar numa postagem, pq tu enrola demais, se revolta demais e acaba envolvendo vários assuntos q às vezes num tem nada! '-'

    ResponderExcluir
  3. Nada a ver esses dois comentários aqui de cima... pra variar!uu'
    Gostei muito, Ananda. Não porque seja um texto revoltado, indignado e tão ramificado. Foram três descidas de mouse e a cada descida de mouse soma-se mais algumas outras unidades pra chegar ao número de temas que puseste em teu texto...
    Melhor do que isso só se tivesse cada um em um texto separado. Mas talvez não pudesse ser comparado com esse...
    Mas o certo é que é bom indignar-se. É melhor do que encher o próprio saco com tantas palavras boas pra falar do tanto de coisas boas que temos pra falar.
    "Escrever é a vingança do mais fraco." (Franklin Jorge)
    Escrever é o fone de ouvido do mais forte. É aquilo que tranquiliza todos aqueles que têm tanta força e tanto potencial...
    Sabemos quando um texto é bom quando você mais discorda do que concorda com ele. Esse texto ficou MUITO BOM, Ananda!:D

    ResponderExcluir