sábado, 17 de novembro de 2012


R.I.P

É incrível como as coisas mudam em um ano. E se mudam tanto em um ano, imagine em três? Três anos atrás, nessa mesma data mais ou menos nessa mesma hora eu estava conhecendo uma pessoa maravilhosa, e hoje já não posso mais olhar pra face dele, nem ao menos mandar mensagem, quer dizer, até posso, mas ele não irá me responder.
Ele era ótimo. Brincalhão, irônico, um pouco ciumento (nada comparado comigo), bonito, engraçado, inteligente, pouco tímido. Não sei... Hoje eu preferia que ele não entrasse na minha vida só pra eu não ficar com esse vazio em mim.
Eu sou aquela pessoa que adora conversar, sabe? /(soqnão) E ele ao mesmo tempo que era todo diferente de mim, ele era exatamente igual. Me fez me sentir segura, pois importasse o que acontecesse eu sabia que ele ia estar lá, pra segurar minha mão, ou pra me abraçar, ou só pra dizer: aquieta esse coração, aquieta esse pensamento, não pensa nisso, não se preocupa, no fim vai dar tudo certo.
Estava tudo certo, a gente um dia poderíamos chegar a ser um nós. Poderia, mas aí, tudo mudou. E me deixou perdida no meio de tudo.
Talvez Deus pensou nisso e o mandou pra longe de mim antes de me distanciar pra sempre dele, pra que eu não sentisse tanta saudade. Nos primeiros dias que ficamos longe, não largávamos o celular, daí isso foi passando, eu sabia que eu estava ao alcance da mão dele assim como ele da minha, a gente passava meses sem se falar, mas isso não tirava a presença dele na minha vida.
Ele era diferente dos outros garotos, talvez eu tenha algo no meu ser que atraia esses garotos diferentes, sendo que meu melhor amigo é também diferente dos outros garotos. E isso nem de longe é ruim.
Mas a vida é assim, se você não aproveita enquanto é tempo, você provavelmente não tera mais tempo pra aproveitar.
E assim foi. Ele se foi. Pra nunca mais voltar. Nos primeiros dias eu fiquei abalada, não posso mais vê-lo ou tê-lo ou nada. Eu simplesmente tenho que me acostumar com a ausência, pra sempre, porque é só isso que eu tenho dele agora. Mas não, eu não vou tirá-lo da minha vida, minha memória, ele pode não está aqui, mas eu o tenho em meu coração, em minha mente. Além da ausência ele me deixou lembranças e saudade. Puta saudade. 
Eu não vou esquecer a droga do 17 de novembro, o dia em que ele entrou na minha vida. Mas também não posso esquecer o maldito 14 de setembro. Eu amei ter te conhecido, meu menino.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Hey, I just met you, and this is crazy,
But here is my number, so call me maybe!

Prioridades atuais.

As pessoas são hipócritas, dizem uma ocoisa procuram outra. Do que eu tô falando? Prioridades! Seja sincero... O que te leva a se aproximar de certas pessoas? Quem respondeu que era por algo te interessa, obrigada pela sinceridade, pra quem respondeu outra coisa, como como a pessoa é fofa, me perdoe mas você está mentindo, porque COMO VOCÊ VAI SABER QUE A PESSOA É FOFA SE VOCÊ NÃO A CONHECE?
Nossas prioridades hoje em dia é isso, o que nos interessa nas pessoas, seja lá o que essa pessoa tenha, seja inteligência ou beleza, é por isso que nos aproximamos das pessoas, é uma relação mutua, você e seus amigos trocam benefícios, isso ocorre desde a pré história, onde em uma tribo os homens trocavam favores, ou se aliavam a outras tribos para destruir uma tribo inimiga comum. 
Essas são as prioridades atuais, nossos interesses e nem é tão atual assim.

How do I feell

Me sentir sozinha às vezes, é normal, isso me deixa triste pra caramba, uma vez me falaram pra escrever como eu me sinto, mas na hora, eu me sentia bem, agora é diferente, não sei o que mudou, mas não tô tão bem quanto antes, agora eu tô melhorando, mas ainda tô sentindo um vazio dentro de mim, me sinto sozinha mesmo rodeada de pessoas, falta algo, e eu não sei o que é.
Minha mãe fica toda hora perguntando o que eu tenho, mas eu não sei, só sei que falta algo. Tudo que eu qaueria era tranquilizar todo mundo: "eu tô bem" mas eu nãop estou. Talvez seja só TPM, ou sei lá, mas ta passando, não acordei bem, mas tenho quase certeza de que vou dormir bem.

quarta-feira, 18 de julho de 2012


O ponto negativo e positivo da bebida é que nunca atribuem suas ações a você e sim à bebida.

terça-feira, 17 de julho de 2012


Não gosto de falsidade, não aturo mentiras e detesto traição. Falsidade é coisa de gente suja, mentiras vem de pessoas infelizes e traição vem dos fracos. E sinceramente, isso tudo eu quero bem longe de mim.

Trem Da Vida

Algumas vezes dá vontade de pedir pro mundo parar e descer como se a vida fosse um trem/ônibus que você pede parada..

Desistir.

Alguns Dizem que desistir é para os fracos, mas não. Desistir é para os fortes, quem pensa que desistir de algo que muito se quer é fácil, está muito enganado, desistir sem lutar é algo bem diferente do que desistir de lutar. Você não sabe o quanto tal pessoa já foi forte, aguentou sem reclamar os tapas da vida, lutou bastante, mas chega uma hora que cansamos, e somos obrigados a desistir, e ainda assim a vida continua nos dando tapas e e ainda somos taxado de fracos. Mas não somos, somos fortes por desisitir, porque até pra desistir a vida nos desafia.
E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais.


“... Que minha solidão me sirva de companhia.
Que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Que eu saiba ficar com o nada
E mesmo assim me sentir
Como se estivesse plena de tudo.”

Meu Erro

Eu tenho essa mania de sempre querer está certa, essa mania de não me permitir o erro, me faz errar mais do que o preciso. E quando erro, me sobe uma angústia pela garganta, espinha, que não me faz ter vontade nem de sair da cama, ou de comer. Fico triste e abatida. Esse é meu erro, um dos meus piores defeitos.


"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calma e perdôo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.”
A estrada parece ser longa, os ombros parecem fracos e a carga é pesada, mas se caminharmos juntos, podemos fazer isso passar rápido sem nos cansarmos, dividindo nossas cargas.

Love Song


Critica Social.


Foi-se o tempo em que humor bom era o humor mudo, onde Charles Chaplin fazia as pessoas rirem. Agora, o que vemos constantemente é alguém fazer piada com uma pessoa, sem se importar como a tal piada vai repercutir. 
Fazemos piada de tudo, é uma forma de crítica social, forma também de ridicularizar as pessoas, e desse modo estereotipamos tudo. Isso ocorre desde o trovadorismo, onde nas cantigas de escárnio o trovadores faziam uma crítica social, e nas de maldizer faziam uma sátira diretamente a uma pessoa. 
As pessoas tem a mania de pensar que certas coisas não fazem mal, mas se uma pessoa satirizada tem problemas emocionais, como a depressão, pode causar problemas mais sérios e também ser considerado como bullying. Hoje, há muitos meios de transformar uma piada conhecida e acabar estereotipando uma pessoa, a zombaria com loiras que são taxada como burras, esposas são infiéis e a sogra é chata.
É preciso ter cuidado ao fazer uma piada, tudo tem seu lado negativo e positivo, quando isso começou em Provença era uma forma de criticar a Igreja sem a mesma perceber, e assim foi se prolongando por longo dos anos.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Não desista, insista, resista e persista, mas nunca desista. Se você desistir no meio da escalada, vai perder uma vista linda!

Me


Fix You


Um dia vai dar tudo certo, ah vai.Mas antes disso vai dar tudo errado. Tudo. Você vai se decepcionar com as pessoas que mais gosta. Vai tirar notas ruins mesmo tendo passado a noite esudando. Vai brigar com sua mãe. Vai cortar o cabelo e achar que ficou horrível. Vai ver o namorado com a sua melhor amiga. Vai perder as pessoas que ama. Vai cair de cara no chão. De novo. E de novo. E quando você não tiver mais forças pra se levantar, vais aparecer alguém pra dar a mão e te levantas. É ele. Deu certo.

Romances


Estou cansada de ler e assistir tantos romance, de ver casais felizes a todo instante, e só a minha vida amorosa que nunca dá certo, desde que eu nasci sou compelida a acreditar no amor, nunca desacreditei, mas ver tantos romance que não dão certo, e também há aqueles amores que são unilaterais, e isso me faz ter raiva de romances, mas sim, acredito e acreditarei no amor até o dia em que não existirei mais.

Home is where your heart is.

Algumas vezes, você se sente sozinho, vai dizer que não? A gente custa bastante tempo pra perceber que afinal de contas não estamos sozinhos, sempre  tem alguém que por mais longe que esteja está no nosso coração e estamos no coração dessa pessoa também, me disseram um dia que a pior solidão é a que você sente enquanto está rodeado de pessoas, se você se sente sozinho alí não é seu lugar, seu lugar é onde seu coração está, e se seu coração está em algum lugar você nunca estará sozinho!

Me, myself and I


Preciso admitir, sou muito irônica, e grossa ás vezes, e u pouco meiga de vez em quando. Gosto do meu lado apaixonada, mas quase nunca aparece. E o meu lado safada chega a me assustar. Protetora e ciumenta ao extremo. Tenho um gênio difícil e um temperamento forte. Umas vezes sou barraqueira, outras, calma até demais. Dura como uma pedra e frágil como um vidro. Um poço de orgulho, e mais conhecida como Rainha do Drama, essa sou eu. E sabe o que mais me assusta? Ainda tem gente que gosta.

E se?

E se ventos fossem somente brisas incapazes de fazer grandes destruições, e se todo mundo colaborasse para um mundo melhor, e se céu fosse verde, árvores fossem azuis, mar fosse vermelho, e se nos apaixonássemos só por quem se apaixona pela gente, e se houvesse mais homens que mulheres, e se todos tivesse a inocência de uma criança, e se não houvesse maldade no mundo? 
E se... A vida, o mundo, é um grande e se, temos sempre que fazer uma escolha, que roupa usar? Qual caminho seguir? Vestido longo ou curto? E quando fazemos uma escolha, outra coisa ficapara trás e só nos perguntar: E se? 

domingo, 15 de julho de 2012




Me diz, por que que o céu é azul?
Explica a grande fúria do mundo


Pedras.


Carlos Drummond de Andrade certa vez escreveu sobre uma pedra que estava no seu caminho, muitas vezes a vida coloca muitas pedras no nosso caminho, e não só no caminho, ás vezes a vida coloca pedras no nosso sapato, e a gente tem que começar a aprender a conviver com essa pedra por que ela simplesmente não vai sair.
Há pedrinhas, pedras médias, e há também aquelas rochas, que parecem mais com a muralha da China, ou com o monte Everest parece que essas pedras nunca vão sair do nosso caminho, parece que não somos capazes de escalá-la, parece terrível, mas quando você pensa que não, você está lá, no topo, admirado a vista e são essas pedras no caminho que nos fazem crescer.
Já as pedras no sapato só nos atrapalham. Incomodam, incomodam, e só atrapalham, não fazem nada além disso... Mas com essas pedras a gente aprende a ser persistentes, a aguentar certas coisas, elas nos fazem mais fortes.
Por mais que exista uma ou duas pedras no seu caminho, você é capaz de ultrapassá-la, e por mais que incomode, use isso para crescer. Demônios são enviados parar vida de todos a todo momento para que reconheçamos nossos anjos.

Come Back Down



You don't have to tell me what you're feelingI know what you're going throughI wont be the one that lets go of you (8)