terça-feira, 17 de julho de 2012



“... Que minha solidão me sirva de companhia.
Que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Que eu saiba ficar com o nada
E mesmo assim me sentir
Como se estivesse plena de tudo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário