domingo, 3 de novembro de 2013

Just A Dream. But It's true.

Tem essa parte de mim que eu sempre escondo de todo mundo. Bem, ninguém gostaria de conhecê-la,. Eu gostaria de não tê-la, mas ela está tão impregnada em mim e eu estou tão cheia dela. Bem, eu tive um sonho noite passada. Não gostaria de contar a ninguém, mas minha cabeça parece que vai explodir, e se explodir preciso saber que esse sonho vai estar registrado.
Estava eu lá, sendo quem eu sempre sou, sorrindo. E então ouço uma voz dizer: "Você é um fracasso" Quando eu me viro eu vejo a mim mesma. Espelhos, claro, não é?
- Você não tem esperança - me ouço dizer, mas eu não estou falando nada. A minha versão no espelho está. - Decepção. É isso que você causa em todo mundo.
- Que tipo de bruxaria seria essa? - pergunto, esperando ver o meu reflexo mover a boca enquanto falo. Sei lá, vai saber que estava falando e não tava notando, mas a garota no espelho não moveu um músculo. - Quem é você?
A garota começa a se mexer. E eu percebo que não há espelho algum. E então ela já nem é mais ela, é meu pai, dizendo o quanto ficou magoado ao saber quem era garotinha dele, que quem quer que eu tivesse me tornado, essa não era a filha dele. E então minha mãe, que nem chega a falar nada, só o balançar de cabeça acaba comigo; meu amigo pergunta quem sou eu realmente; minha amiga se havia alguma verdade nas minhas palavras; e isso segue por mais algum tempo. Pessoas que eu amo, que sei que desapontei em algum momento. Certo, porque não dizer: todos os momentos. E eu ia fazer de novo, eu sabia. Era a última coisa que eu queria, mas não acho que conseguiria parar. Enquanto eu olhava para baixo, uma hora as vozes pararam, mas eu ainda podia sentir que a mil-faces ainda estava lá. Olhei para cima, E a mil-faces havia voltado a ser eu, ela me deu um espelho, e agora eu pude ver que no espelho não havia ninguém.
- O que isso deveria significar?
- Que você está escondendo quem você realmente é. E essa pessoa que você está sendo, é na realidade ninguém. Você não faz nada certo. Você não consegue ser tão otimista quanto aparenta. Você só não desiste de tudo por uma promessa.
- Pelo menos nisso eu não fracassei.
- Ainda.
- Eu não vou fracassar só porque você está dizendo.
- Olhe no Espelho, pra nós duas e diga quem é o eu ou você. Não estou dizendo que você vai falhar. Eu sei disso. É o que você faz melhor. Todo mundo tem um dom, não é?
Fim de sonho.
E eu percebi. Você pode ter sucesso em algo quando mil pessoas dizem que você vai fracassar, você tem um ponto a provar para alguém. Mas quando a pessoa, que a cada minuto do seu dia te diz que você vai fracassar em tudo que tentar, é você, bem, você não tem muito material para trabalhar.
Minha cabeça está para explodir. Eu gostaria que ela explodisse. Eu queria não ter que acordar amanhã. Ou qualquer outro dia. A mil-faces/eu tem razão. Sou um fracasso e causo decepção por onde quer que eu passe.
A parte de mim que eu escondo de todo mundo é pessimista, suicida, egoísta, problemática e mais um monte de adjetivos ruins. Mas, olhe pra mim, eu sei quem eu sou, e eu posso mudar isso. Talvez eu tenha nascido com defeito de fábrica, e talvez eu esteja sempre a beira do precipício, algumas vezes literalmente. Mas eu sempre vou saber dar um passo atrás para salvar a sem-rosto. Porque esse foi meu brinde pelo defeito, ganhei um novo rosto, e posso fazer o que eu quiser com ele, posso ser quem eu quiser, e eu decidi ser aquela que mantém as promessas. Não farei besteira, mas eu sinto que o passo a frente no precipício seria uma coisa boa de se fazer.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013


E um dia vai dar tudo certo. Vai! Mas antes você vai comer o pão que o diabo amassou, vai cair inúmeras vezes, quebrar-se em um milhão de pedaços, vais deixar seus pedaços caírem por seu caminho, vai se perder, vai perder tudo, vai cair dentro de um poço nada raso, vai poder ver o sol, mas não o irá sentir, vai pensar que é fim, que tem que se conformar pois você não é o mesmo, que alegria nenhuma vai te preencher. Sim, você vai passar por tudo isso, mas não esqueça que ao comer o pão que o diabo amassou ele te encheu a barriga, que ao cair aprendeu se levantar, que ao se quebrar vai possuir o poder de cortar, que ao deixar cair pedaços  no meio do caminho encontrou pedaços melhores, que ao se perder encontrou um motivo de busca, que ao perder tudo percebeu o valor que tinha em suas mãos.
O fundo do poço parece ruim, você está só, não há nada pior que estar só, estar longe do sol. Lá é frio, um frio insuportável, você deseja do fundo da sua alma sair de lá, mas fica somente acuado em um canto choramingando, desse modo você só consegue ouvir suas próprias lamentações. Você precisa é encontrar um meio de subir, gritar pedindo ajuda, ou se orgulhoso demais pra isso arranje um meio de escalar.
Você precisa parar de relacionar as coisas ruins que te acontecerão e começar a achar uma vantagem em cada queda que você levar, como já disse alguém que eu não sei quem é a vida é assim, cair sete e levantar oito, ou você não dura muito no jogo. Assim que você aprender isso as coisas vão começar a tomar um rumo e vai ficar tudo certo.