domingo, 3 de novembro de 2013

Just A Dream. But It's true.

Tem essa parte de mim que eu sempre escondo de todo mundo. Bem, ninguém gostaria de conhecê-la,. Eu gostaria de não tê-la, mas ela está tão impregnada em mim e eu estou tão cheia dela. Bem, eu tive um sonho noite passada. Não gostaria de contar a ninguém, mas minha cabeça parece que vai explodir, e se explodir preciso saber que esse sonho vai estar registrado.
Estava eu lá, sendo quem eu sempre sou, sorrindo. E então ouço uma voz dizer: "Você é um fracasso" Quando eu me viro eu vejo a mim mesma. Espelhos, claro, não é?
- Você não tem esperança - me ouço dizer, mas eu não estou falando nada. A minha versão no espelho está. - Decepção. É isso que você causa em todo mundo.
- Que tipo de bruxaria seria essa? - pergunto, esperando ver o meu reflexo mover a boca enquanto falo. Sei lá, vai saber que estava falando e não tava notando, mas a garota no espelho não moveu um músculo. - Quem é você?
A garota começa a se mexer. E eu percebo que não há espelho algum. E então ela já nem é mais ela, é meu pai, dizendo o quanto ficou magoado ao saber quem era garotinha dele, que quem quer que eu tivesse me tornado, essa não era a filha dele. E então minha mãe, que nem chega a falar nada, só o balançar de cabeça acaba comigo; meu amigo pergunta quem sou eu realmente; minha amiga se havia alguma verdade nas minhas palavras; e isso segue por mais algum tempo. Pessoas que eu amo, que sei que desapontei em algum momento. Certo, porque não dizer: todos os momentos. E eu ia fazer de novo, eu sabia. Era a última coisa que eu queria, mas não acho que conseguiria parar. Enquanto eu olhava para baixo, uma hora as vozes pararam, mas eu ainda podia sentir que a mil-faces ainda estava lá. Olhei para cima, E a mil-faces havia voltado a ser eu, ela me deu um espelho, e agora eu pude ver que no espelho não havia ninguém.
- O que isso deveria significar?
- Que você está escondendo quem você realmente é. E essa pessoa que você está sendo, é na realidade ninguém. Você não faz nada certo. Você não consegue ser tão otimista quanto aparenta. Você só não desiste de tudo por uma promessa.
- Pelo menos nisso eu não fracassei.
- Ainda.
- Eu não vou fracassar só porque você está dizendo.
- Olhe no Espelho, pra nós duas e diga quem é o eu ou você. Não estou dizendo que você vai falhar. Eu sei disso. É o que você faz melhor. Todo mundo tem um dom, não é?
Fim de sonho.
E eu percebi. Você pode ter sucesso em algo quando mil pessoas dizem que você vai fracassar, você tem um ponto a provar para alguém. Mas quando a pessoa, que a cada minuto do seu dia te diz que você vai fracassar em tudo que tentar, é você, bem, você não tem muito material para trabalhar.
Minha cabeça está para explodir. Eu gostaria que ela explodisse. Eu queria não ter que acordar amanhã. Ou qualquer outro dia. A mil-faces/eu tem razão. Sou um fracasso e causo decepção por onde quer que eu passe.
A parte de mim que eu escondo de todo mundo é pessimista, suicida, egoísta, problemática e mais um monte de adjetivos ruins. Mas, olhe pra mim, eu sei quem eu sou, e eu posso mudar isso. Talvez eu tenha nascido com defeito de fábrica, e talvez eu esteja sempre a beira do precipício, algumas vezes literalmente. Mas eu sempre vou saber dar um passo atrás para salvar a sem-rosto. Porque esse foi meu brinde pelo defeito, ganhei um novo rosto, e posso fazer o que eu quiser com ele, posso ser quem eu quiser, e eu decidi ser aquela que mantém as promessas. Não farei besteira, mas eu sinto que o passo a frente no precipício seria uma coisa boa de se fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário